28 de agosto de 2016

Simão Mago: O Protótipo do Falso Convertido



Simão o mago foi um homem que creu no evangelho mas quis comprar o dom de dar o Espírito Santo. Por isso, o apóstolo Pedro o repreendeu severamente.
Simão, o mago, era um praticante de feitiçaria em Samaria, que impressionava o povo com magia. Muitos samaritanos achavam que ele era divino e o chamavam de “o Grande Poder” (Atos dos Apóstolos 8:9-10). Mas quando Filipe chegou pregando o evangelho, os samaritanos creram em Jesus. Simão o mago também creu e foi batizado (Atos dos Apóstolos 8:13).
O Espírito Santo ainda não tinha descido sobre as pessoas em Samaria. Então Pedro e João foram para lá e lhes impuseram as mãos e os samaritanos receberam o Espírito Santo. Quando Simão viu isso, ele quis comprar o poder de dar o Espírito Santo (Atos dos Apóstolos 8:18-19). Pedro repreendeu Simão e lhe disse para se arrepender. Mas Simão apenas pediu aos apóstolos para orar por ele, para que não sofresse condenação.
A Bíblia não fala o que aconteceu com Simão o mago depois disso. Existem várias lendas sobre ele mas ninguém sabe se são verdade.

Qual foi o pecado de Simão o mago?

Simão o mago queria usar o Espírito Santo como um negócio. A feitiçaria procura manipular forças espirituais (demônios) para fazer a vontade do feiticeiro. Simão o mago pensou que podia fazer o mesmo com Deus.
Um dom de Deus não pode ser comprado. Deus dá Seus dons a quem Ele quer, na medida que quer (1 Coríntios 12:11). Não podemos fazer negócio com Deus.
Deus não trabalha para nós; nós trabalhamos para Deus. É errado tentar manipular Deus. A Bíblia nos ensina a procurar a vontade de Deus e a alinhar nossa vontade com a vontade dele (Tiago 4:7). Simão o mago não estava interessado em fazer a vontade de Deus; ele queria obter poder para fazer sua própria vontade.

Simão o mago perdeu a salvação?

A Bíblia não fala que Simão o mago perdeu a salvação. Ele creu na mensagem e foi batizado, o que sugere que ele se converteu de verdade (Marcos 16:16). Mas seu coração ainda estava preso ao pecado. Por isso Pedro avisou que ele precisava se arrepender (Atos dos Apóstolos 8:20-23).
Algumas pessoas sugerem que Simão o mago não se converteu de verdade. Ele pode ter acreditado no poder de Jesus mas não se arrependido de verdade. O arrependimento também é essencial para a salvação (Atos dos Apóstolos 2:38). Ou, Simão pode ser um exemplo da parábola do semeador, de uma semente sufocada pelos espinhos. Esse tipo de pessoa ouve a palavra mas não amadurece porque segue suas vontades pecaminosas (Lucas 8:14).
Simão creu no evangelho mas perdeu o foco. Ele estava mais maravilhado com o poder e os milagres dos apóstolos do que com a salvação de Jesus. Simão deixou sua velha natureza lhe dominar, em vez de submeter tudo debaixo da vontade de Deus. Esse é um erro que até muitos crentes verdadeiros fazem em diferentes áreas de sua vida. Isso é perigoso e impede o crescimento espiritual.

Em: 28/08/16
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...